Halloween:filme, série, anime, livro e jogo com bruxas!

Manda avisar que é hoje! Finalmente chegamos ao Dia das Bruxas, e como aqui no Brasil não costuma rolar nenhuma grande celebração a respeito (embora 31 tenha se tornado o Dia do Saci para exaltar a cultura brasileira nessa data), preparamos esse especial para curtirmos o dia vendo filme, série, anime, lendo livro ou jogando! Aproveitamos que outubro também é o mês do terror e passamos a última semana inteira postando dicas relacionadas ao gênero, confira todas as partes:

👉 Parte I: 5 personagens assustadores da literatura

👉 Parte II: 5 curtas de terror

👉 Parte III: 5 nomes do terror nacional e 4 bônus

👉 Parte IV: 6 novos diretores e diretoras de terror para ficar de olho

👉 Parte V: dicas de filme, série, anime, livro e jogo de terror!

👉 Parte VI: Subgêneros do Terror – 1 filme de cada! (Parte I)

👉 Parte VII: Subgêneros do terror – 1 filme de cada! (parte II)

Hoje o post é dedicado às bruxas, mas antes vamos a algumas explicações: o Halloween se originou há mais de 2500 anos e não tinha relação com as bruxas. Era apenas um festival realizado pelos celtas – Samhain – que marcava o fim do verão e homenageava os mortos, já que acreditava-se que nessa data os espíritos vagavam livres entre os vivos. Por ser uma festa pagã, foi condenada durante a Idade Média após a ascensão da Igreja Católica e passou a ser chamada de Dia das Bruxas.

A ideia de que as bruxas eram seres maléficos também está vinculada à Igreja, que condenava qualquer pessoa, mas principalmente as mulheres, que não se curvassem aos ensinamento bíblicos. No início, bruxas eram apenas mulheres respeitadas que tinham conhecimento de ervas medicinais, realizavam partos, exerciam a medicina e enfermagem sem diplomas, tendo influência e admiração justamente por serem capazes de promover a cura de doenças (a palavra “bruxa” significa “mulher sábia” em sânscrito).

bruxas-cinema.jpg

Lógico que isso incomodou não apenas a Igreja como também a instuituição médica masculina em ascensão, que se aliou à Igreja para construir e espalhar uma imagem negativa dessas mulheres, amplamente aceita pelas comunidades sempre tem uma grande instituição fodendo com a porra toda. Assim, as mulheres sábias e curandeiras que viviam à margem da influência masculina e da Igreja, foram consideradas hereges e bruxas e passaram a ser punidas e perseguidas, sendo acusadas de destruir lares, tentar os padres e homens casados, fazer pacto com o diabo e promover curas através da magia e feitiços. Aquelas que não aceitaram ser submissas a esse poder exercido pelos homens e pelas instituições, continuando suas práticas agora vistas como pecado, se rebelaram e foram condenadas à morte, na época conhecida historicamente como “caça às bruxas”, que provocou a morte de milhares de mulheres que ousaram manifestar seus conhecimentos e lutar por sua liberdade. (fontes: Espaço Academico e Você Sabia)

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as bruxas, veja as dicas que separamos:

#1bomAnime

Umineko no Naku Koro ni

anime-umineko.jpg

Esse anime se passa em 1986 e conta a história da família Ushiromiya, dona de uma ilha chamada Rokkenjima. O patriarca, Kinzo, está à beira da morte e, durante uma reunião de familiares que acontece anualmente, a divisão da herança vira tema. Um tufão deixa todos presos, sem comunicação com o exterior e misteriosamente eles vão sendo assassinados, atribuindo as mortes a Beatrice, conhecida como a “bruxa dourada”. Começamos a ver os dias se repetirem com diversas perspectivas, enquanto Battler, que há muito não aparecia nas reuniões, tenta provar que bruxas não existem. A animação é classificada nos gêneros seinen/drama/suspense/horror/mistério, tem muito sangue e mortes cabulosas mas tem também comédia e romance. Umineko no Naku Koro ni foi baseado num visual novel (explico abaixo),  e faz parte da série de jogos When They Cry. Tem 26 episódios e há quem diga que o anime é baseado no livro E Não Sobrou Nenhum (O Caso dos 3 Negrinhos) de Agatha Christie. Veja o trailer (não-oficial):

#1bomJogo

Umineko no Naku Koro ni

umineko-no-naku-koro-ni-ps3-2

Umineko no Naku Koro ni é um visual novel (jogos focados no enredo onde o jogador acampanha uma história por meio de textos, imagens e músicas, parecendo livros interativos) parte da série de jogos When They Cry, dividido em 8 partes onde se tem noção do mundo onde se passa a trama, além da lenda da bruxa dourada e outras bruxasO 1ºepisódio da série, Legend of the Golden Witch (A Lenda da Bruxa Dourada), foi lançado em 2007 para PC. A história, conforme explicado acima, mostra um grupo de 18 pessoas em uma ilha isolada, onde misteriosos assassinatos começam a ocorrer. O objetivo do jogo é a descobrir se o assassino é humano ou sobrenatural, além de determinar onde está escondido o ouro da família.  O jogador pode acessar dicas que podem ou não ser úteis para a solução do mistério. Umineko no Naku Koro ni foi disponibilizado para PC, celular, PS3 e PS Portable. Veja um trecho traduzido não-oficialmente para o português:

#1bomLivro

A hora das bruxas 

a_hora_das_bruxas-.jpg

Escrito por Anne Rice (Entrevista com o Vampiro), A Hora das Bruxas se inicia em em 1660, após Suzanne Mayfair invocar uma entidade meio divina meio demoníaca chamada Lasher, que passa a acompanhar a família por séculos, servindo todas as gerações posteriores até chegar a dra Rowan, uma talentosa neurocirurgiã que vive em São Francisco e desconhece sua linhagem e seus fortes poderes. Alternando entre passado e presente, com escrita que varia entre 1ª e 3ª pessoas, Anne Rice traz uma rica história em que as mulheres estão em evidência. A Hora das Bruxas se divide em 2 volumes e ainda tem 2 livros complementares: Lasher e Taltos.

#1boaSérie

 Salem

salem.jpg

Ambientada em Massachusetts no século XVII, Salem estreou no canal WGN American em 2014 e se baseia nos julgamentos das conhecidas bruxas de Salem. Vemos a trajetória de Mary Sibley (Janet Montgomery), uma jovem casada com um rico e influente líder local. No passado, Mary viveu um grande amor com John Alden (Shane West), que foi enviado para a guerra e agora retorna à cidade depois de quase 10 anos, encontrando o local em meio à histeria da perseguição de mulheres consideradas bruxas. Repleta de rituais e cenas bizarras, além de muito suspense, Salem está na 3ª temporada, que estreia no dia 02 de novembro. Assista ao trailer:

#1bomFilme

A Bruxa

a-bruxa.jpg

A Bruxa foi vendido com o filme mais assustador  do ano pelo marketing, e isso acabou gerando expectativas erradas naqueles acostumados com o terror tradicional cheio de sustos, sangue, gritos e correria. A Bruxa é um filme assustador sim, mas isso é proveniente de um terror psicólogico sutilmente construído, que pode decepcionar quem espera pelo tipo de terror descrito anteriormente. A Bruxa mostra a perseguição às mulheres no século 17, tratadas como bruxas por não se rebaixarem à “nova ordem vigente”, conforme explicado acima. Se passa na Nova Inglaterra em 1630 e é narrado por Thomasin (Anya Taylor-Joy), uma adolescente cuja família é obrigada se mudar da cidade por ser acusada de bruxaria, tendo que viver isolada próxima a uma floresta que acreditam ser habitada por uma bruxa.

O clima de suspense é crescente, existe o mistério sobre o desaparecimento de um dos membros da família, as acusações que pairam entre a mãe e as filhas, gerando discórdia e desequilíbrio emocional em todos, além de um bode realmente horripilante. No fim, A Bruxa acaba sendo um filme sobre a busca das mulheres da época por liberdade e, testemunhar o contexto e o terror psicológico que elas viviam deve sim ser considerada uma experiência assustadora. Caso queira ver uma explicação completa sobre o significado do filme (com spoilers), principalmente o seu comentado final, leia esse texto. Assista ao trailer:

E assim finalizamos nosso especial de Halloween! Feliz Dia das Bruxas pra você!

 

Siga nossas redes e não perca nenhuma dica!
Facebook | Instagram | Twitter | Filmow | Google +

Anúncios

3 comentários sobre “Halloween:filme, série, anime, livro e jogo com bruxas!

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s