Halloween: Subgêneros do Terror – 1 filme de cada! (Parte I)

bom-filme

Chegamos à 6ª parte do nosso especial de Halloween, que vai até segunda-feira, e que bom se você está acompanhando até aqui! Você que está chegando agora, é so clicar nos links abaixo para ver as partes anteriores:

👉 Parte I: 5 personagens assustadores da literatura

👉 Parte II: 5 curtas de terror

👉 Parte III: 5 nomes do terror nacional e 4 bônus

👉 Parte IV: 6 novos diretores e diretoras de terror para ficar de olho

👉 Parte V: dicas de filme, série, anime, livro e jogo de terror!

O terror é dividido em vários subgêneros, e para exemplificá-los separamos alguns representantes de cada um deles. Na nossa seleção reunimos nada mais, nada menos que 12 subgêneros, e para a leitura não ficar cansativa decidimos fazer em 2 partes, com 6 filmes cada. A parte 1 você confere a seguir, e a parte 2 estará disponível amanhã, anota aí!

Possessão

O Exorcismo de Emily Rose

the-exorcism-of-emily-rose-.jpg

E vamos começar com o subgênero que mais me dá medo: possesão demoníaca. Esse medo geralmente vem após assistir aos filmes, porque fico pensando, caso existissem demônios, o que impediria algum de se apossar do meu corpo, e sempre concluo que: nada!, e isso é capaz de tirar meu sono, mesmo eu não sendo religiosa (ou talvez por isso mesmo). O Exorcismo de Emily Rose (EUA, 2005) é baseado na história real da jovem alemã Anneliese Michel, que acreditava ter sido possuída não por 1, 2 ou 3 mas 6 demônios (!) e a partir de então se iniciou uma saga entre médicos e padres para livrar Anneliese do mal que a acometia. Versão americana do drama alemão Requiem (2006), O Exorcismo de Emily Rose, diferente do original, assume que Anneliese estava realmente possuída, vendo e ouvindo demônios por toda parte e os sentindo dentro de si. o filme está disponível na Netflix, assista ao trailer:

Espíritos/Fantasmas

Shutter

Shutter-1.jpg

 Shutter (Espíritos – A Morte está ao Seu Lado, no Brasil) é um filme tailandês de 2004 onde, após atropelar uma garota e não prestar socorro, o casal Thun (Ananda Everingham) e Jane (Natthaweeranuch Thongmee) passam a ser atormentados por estranhos pesadelos. Thun é fotógrafo e começa a perceber distorções em suas fotografias, lembrando fantasmas, e passa a investigar o fenômeno, bem como a identidade da garota do acidente. A trama segue entrelaçando acontecimentos terríveis até o seu aterrorizante desfecho. Esse é daqueles filmes que metem medo mesmo, tanto na atmosfera criada enquanto se assiste quanto depois (principalmente depois), com todas as nóias que vêm na cabeça. Eu, que adoro assistir aos mesmos filmes várias vezes, nunca quis ver Shutter de novo, nem mesmo o remake americano de 2008 que dizem ser bem mais fraco (o remake tem na Netflix, se quiser arriscar). Veja o trailer:

Zumbis

Zombi 2 – A Volta dos Mortos

Zombie-2.jpg

Apesar do nome, Zombi 2 – A Volta dos Mortos não é uma continuação e sim uma obra original de Lucio Fulci, que passou anos sendo acusada de ser uma cópia dos filmes de George A. Romero. O nome inclusive colaborou para isso, uma vez que Dawn of the Dead (Despertar dos Mortos, 1978) foi lançado com o nome Zombi na Itália. Feito em 1979, Zombi 2 mostra a busca pelo pai desaparecido de uma jovem em uma ilha no Caribe, em meio a uma epidemia de mortos-vivos putrefatos devoradores de carne humana. Um dos clássicos obrigatórios para quem ama zumbis:

Veja as dicas com zumbis que já demos:

👉 1 boa série: I Zombie (disponível na Neflix)

👉 1 bom filme: Trem para Busan (filme que estreará nos cinemas brasileiros em 24 de novembro, com o nome Invasão Zumbi)

Thriller/Suspense

Nattevagten

nattevagten.jpg

Embora suspense seja um gênero diferente do terror, coloquei ele na lista como sinônimo dos trhillers, filmes de mistério sem violência explícita geralmente seguida de investigações criminais e que nos fazem prender a respiração em expectativa e tomar sustos em alguns momentos. Como exemplo, veja o dinamarquês Nattevagten (Nightwatch  – Perigo na Noite, no Brasil), de 1994: para custear sua faculdade de Direito, Martin (Nikolaj Coster-Waldau) consegue um emprego de vigia noturno em um necrotério, enquanto uma série de prostitutas começa a ser assassinada e seus corpos enviados para o local, onde coisas misteriosas começam a acontecer. Devido a uma aposta com um amigo, Martin acaba se tornando suspeito dos assassinatos. Nattevagten teve uma versão americana em 1997 que recebeu o nome de O Principal Suspeito, comandada pelo mesmo diretor, Ole Bornedal, e estrelada por Ewan McGregor. Assista ao trailer:

Giallo

Seis Mulheres para o Assassino

Sei donne per l'assassino.png

Giallo é o equivalente italiano dos thrillers, com a presença de algum serial killer usando máscara e luvas de couro pretas, produzidos a partir da década de 1960 – o que torna o gênero precursor dos slashers. Seis Mulheres para o Assassino (1964) é considerado o 1º filme do gênero, dirigido por Mario Bava. Em Seis Mulheres para o Assassino, uma jovem modelo é assassinada por uma figura mascarada em um ateliê de moda, e seu diário, que poderia levar à descoberta de quem cometeu o crime, desaparece. Logo outras modelos também se tornam vítimas do mascarado. A estética do filme se destaca e sangue e violência são expostos em uma ambientação pra lá de sofisticada. Tem completo e legendado no YouTube. Assista ao trailer:

Slasher/Serial Killer

Presos no Gelo

presosnogelo2.jpg

O norueguês Presos no Gelo (Fritt Vilt, 2006) foi uma agradável surpresa que tive enquanto zapeava atrás de algum filme na Netflix. O filme mostra um grupo de 5 amigos que se divertem enquanto praticam snowboarding nas isoladas montanhas de Jotunheimen, até que um deles se machuca e todos saem à procura de um abrigo, encontrando um hotel abandonado. Sem linha telefônica, com os celulares fora de área e sem saber que uma figura misteriosa os observava, eles decidem passar a noite no local, o que acaba sendo uma péssima ideia. O ritmo no início é lento mas não chega a incomodar e o desfecho compensa. Presos no Gelo tem 2 sequências – também disponíveis na Netflix – e ainda que não mantenham o fôlego do 1º, complementam até que bem a história. Assista ao trailer:

 Amanhã voltaremos com mais dicas, aguarde!

 

Siga nossas redes e não perca nenhuma dica!
Facebook| Instagram | Twitter | Filmow | Google +

Anúncios

3 comentários sobre “Halloween: Subgêneros do Terror – 1 filme de cada! (Parte I)

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s