Whiplash

 

bom-filme

O solitário Andrew (Miles Teller) é um jovem baterista que sonha em ser o melhor de sua geração e marcar seu nome na música americana como fez Buddy Rich, seu maior ídolo na bateria. Após chamar a atenção do reverenciado e impiedoso mestre do jazz Terence Fletcher (JK Simmons), Andrew entra para a orquestra principal do conservatório de Shaffer, a melhor escola de música dos Estados Unidos. Entretanto, a convivência com o abusivo maestro fará Andrew transformar seu sonho em obsessão, fazendo de tudo para chegar a um novo nível como músico, mesmo que isso coloque em risco seus relacionamentos e sua saúde física e mental. Assista ao trailer:

Por que assistir?

A história de Whiplash é bem simples: um garoto com um sonho de se tornar um grande músico, encontrando no caminho um maestro com métodos de ensino controversos (em determinado momento ele chega a jogar uma cadeira no aluno para demonstrar que ele estava fora do tempo correto da música, sem falar nas humilhações e xingamentos, por exemplo). O subtítulo brasileiro, Em  Busca da Perfeição, entrega o objetivo dos dois: Fletcher aplicando suas técnicas e exigindo o máximo dos alunos a fim de encontrar uma nova lenda do jazz, enquanto Andrew e os demais estudantes se submetem à pressão de um tratamento abusivo a fim de se tornarem tal lenda, literalmente dando o sangue para isso.

whiplash.jpg

Assim, Whiplash nos faz refletir sobre os limites existentes entre o saudável e o prejudicial na abordagem de Fletcher, causando um conflito interno entre odiar o maestro e ao mesmo entender onde ele quer chegar com aquilo. Também nos dividimos com relação ao próprio Andrew, ao torcermos por seu sucesso mas também rejeitarmos sua arrogância. Miles Teller e J. K. Simmons dão o seu melhor na atuação e a direção aproveita perfeitamente as cenas musicais, extraíndo e demonstrando a força delas. A montagem, enérgica, ajuda a reforçar essa intensidade e a trilha sonora fecha com chave de ouro a qualidade técnica da obra. Os 15 minutos finais são um espetáculo à parte, dando um encerramento primoroso ao filme.

Observações

Whiplash é um filme independente, derivado de um curta homônimo de 18 minutos que recebeu o prêmio do juri de melhor curta-metragem do Festival de Sundance em 2013, conseguindo em seguida apoio para a produção do longa. Concorreu aos Oscars de melhor filme (Jason Blum, Helen Estabrook e David Lancaster), roteiro adaptado (Damien Chazelle) e venceu nas categorias melhor ator coadjuvante (J. K. Simmons), melhor montagem (Tom Cross) e melhor mixagem de som (Craig Mann, Ben Wilkins e Thomas Curley).

whiplash

Um bom filme pra você!

Siga nossas redes e não perca nada!
Facebook| Instagram | Twitter | Filmow| Google +


Título original: Whiplash (EUA, 2014)

Direção e Roteiro: Damien Chazelle

Gênero: drama | música

IMDB: 8,5

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s