O Jardim das Palavras

Takao, que está treinando para ser sapateiro, matou aula e está desenhando sapatos em um jardim japonês. Ele conhece uma misteriosa mulher, Yukino, que é mais velha do que ele. Então, sem marcar os horários, os dois começam a se ver periodicamente, mas somente em dias chuvosos. Eles aprofundam sua relação e se abrem um para o outro, mas o fim da temporada de chuva logo se aproxima…

Assista ao trailer:

OBS: Tem na Netflix (com o título em inglês, The Garden of Words)

É irônico que me faltem palavras para falar sobre um filme chamado O Jardim das Palavras. A beleza desse anime, tanto do visual quanto do roteiro singelo é algo realmente indescritível. Apesar de simples e bem curta (são apenas 46 minutos), a história tem uma carga dramática impressionante e a animação, extraordinariamente realista, é uma das coisas mais lindas já produzidas. O Jardim das Palavras mostra o inesperado encontro de Takao Akizuki, um estudante de 15 anos, e Yukari Yukino, uma mulher mais velha que ele e bastante misteriosa. Akizuki costumava faltar às aulas em dias chuvosos e passar as manhãs em um jardim com pouco movimento em virtude da chuva ( Jardim Nacional Shinjuku Gyoen, que existe de verdade em Tóquio), até que um dia ele vê Yukino no local onde costumava ficar. Se encontrando periodicamente nas manhãs chuvosas, aos poucos os dois começam a conversar e com o passar do tempo Akizuki se abre para Yukino, compartilhando algumas confidências e desabafos.

Akizuki vive uma vida modesta e devido a ausência da mãe, a mudança iminente do irmão, a falta de dinheiro e perspectivas, o garoto usa a chuva como pretexto para ficar a sós com seus pensamentos e fazendo desenhos de sapatos, uma vez que desejava ser sapateiro. Já Yukino, que pouco revela sobre si, fala superficialmente sobre enfrentar problemas no trabalho e também passa a usar o local como refúgio, bebendo cerveja e comendo chocolates.  Os encontros dos dois servem então como uma espécie de terapia, onde um vai ajudando o outro a superar a solidão e dificuldades que os rodeiam, se reerguer e seguir em frente. Mesmo que se chame O Jardim das Palavras, o filme tem pouco diálogos, se focando no desenvolvimento da relação dos dois de forma sutil, sensível e comovente, através de metáforas, poesias e simbolismos. E é isso, não consigo falar mais sem entregar pontos essenciais do enredo. Simplesmente reserve 46 minutinhos de seu tempo para assistir a essa bela história e testemunhar o que me faltam palavras pra descrever.

P.S.: tem cena pós-créditos.

Um bom filme pra você!

 

Siga nossas redes e não perca nada!
Facebook| Instagram | Twitter | Filmow| Google +


 

Título original: Kotonoha no Niwa (Japão, 2013)

Direção e Roteiro: Makoto Shinkai

Estúdio: CoMix Wave Films

Gênero: Animação | Drama | Romance

IMDB: 7,6

 

 

Anúncios

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s