A Praia

Em Bangkok, Richard, um jovem viajante americano (Leonardo Di Caprio), deseja descobrir um lugar desconhecido e inexplorado, mas na verdade está prestes a arriscar sua vida em busca de uma coisa: aquela sensação de êxtase que só pode ser encontrada numa incrível aventura. Baseado no romance  homônimo de Alex Garland. OBS: censura 18 anos.

Assista ao trailer:

 

OBS: Tem na Netflix

A Praia acompanha Richard (Leonardo DiCaprio), um jovem viajante que durante sua hospedagem em um hotel barato em Bangkok, Tailândia, recebe de seu vizinho de quarto, Patolino (Robert Carlyle), um mapa para uma ilha paradisíaca. Patolino conta uma história surreal sobre uma ilha perfeita, totalmente secreta e proibida, sem a presença de turistas, somente com gente de ideais diferenciados,  mas ele está tão drogado e paranóico que é difícil acreditar no que disse. Mesmo assim, acaba despertando a curiosidade de Richard e a fim de sair do comum e viver uma aventura ele decide visitar o tal lugar, convencendo um casal de franceses que acabou de conhecer, Françoise (Virginie Ledoyen) e Étienne (Guillaume Canet), a acompanhá-lo. Para chegar ao local eles precisam enfrentar diversas dificuldades e perigos, que logo são recompensados com a beleza exuberante de suas paisagens. Lá, Richard, Françoise e Étienne encontram uma pequena comunidade de pessoas vivendo longe da civilização e dos problemas da modernidade, sendo bem-recebidos e acolhidos pelos habitantes.

Com o tempo, no entanto, eles percebem que a comunidade não é tão perfeita assim e que conflitos sempre existirão quando se trata da convivência entre pessoas, não adiantando a tentativa de fugir deles. Observando as regras rígidas com que vivem e as coisas cruéis que são capazes de fazer para manter a tranquilidade, o funcionamento da sociedade e para que o lugar continue preservado e longe do conhecimento dos turistas comuns, Richard, Françoise e Étienne descobrem provando na pele que até mesmo no paraíso existem problemas que o transformam no inferno. Através de dilemas éticos, rivalidades, ciúmes e tragédias o tal paraíso cobra seu preço, e a comunidade acaba rachando. Porém, o pior ainda está por vir, ao constatarem que sair pode ser ainda mais difícil que chegar, uma vez que os moradores não querem que seus segredos sejam encontrados por novos visitantes.

A Praia é bem dirigido, tem uma belíssima fotografia, permeada por paisagens estonteantes, e eu realmente gosto da atuação do Robert Carlyle e do Leonardo DiCaprio – confesso que na época a que assisti pela 1ª vez foi somente por ser fã do “galanzinho” de Titanic, mas serviu para me convencer definitivamente que ele era de fato um bom ator já ali. A reflexão sobre a tentativa de escapar da sociedade moderna, consumista e cheia de imposições embarcando em outro estilo de vida que se torna igualmente cruel e autoritário é válida, e as cenas de Richard sozinho na selva se tranformando em um jogo de videogame são bem sacadas (eu só conseguia me lembrar do clipe da música Californication, de Red Hot Chili Peppers, lançado no mesmo ano do filme). Apesar disso, A Praia recebeu muitas críticas negativas, e embora eu concorde com algumas delas – principalmente as que dizem que a mensagem é confusa, a história perde o foco e o final é fora do tom – acredito que pegaram pesado demais e que vale a pena sim dar uma conferida.

Um bom filme pra você!

 

Siga nossas redes e não perca nada!
Facebook| Instagram | Twitter | Filmow| Google +


 

Título original: The Beach (EUA |Reino Unido, 2000)

Direção: Danny Boyle

Roteiro: John Hodge

Gênero: Drama |aventura

IMDB: 6,6

 

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s