A Escolha de Sofia

Em 1947, Stingo (Peter MacNicol), um jovem aspirante a escritor vindo do sul, vai morar no Brooklyn (NY- EUA) na casa de Yetta Zimmerman (Rita Karin), que alugava quartos. Lá, conhece Sofia Zawistowska (Meryl Streep), sua vizinha polonesa que fôra prisioneira em um campo de concentração nazista e Nathan Landau (Kevin Kline), seu namorado, um carismático judeu dono de um temperamento totalmente instável. Em pouco tempo tornam-se amigos, sendo que Stingo não tem a menor ideia dos segredos que Sofia esconde nem da insanidade de Nathan. Baseado no romance homônimo de William Styron.

Para ver o trailer, clique aqui

OBS: Tem na Netflix

Hoje Meryl Streep está completando 67 anos de idade. Considerada uma das melhores atrizes de todos os tempos e com mais de 70 filmes em seu currículo, ela é recordista de indicações ao Oscar (19) e outras premiações do cinema, como o BAFTA (14) e Globo de Ouro (28).  Desses, ela ganhou 3 Oscars (1 de Atriz Coadjuvante por Kramer vs. Kramer em 1979 e dois de Melhor Atriz, o último deles por A Dama de Ferro em 2012), 8 Globos de Ouro e 2 BAFTAS. A indicação do dia é A Escolha de Sofia, que lhe rendeu seu primeiro Oscar de Melhor Atriz , em 1983.

Em A Escolha de Sofia, Meryl interpreta a personagem-título, que vive um relacionamento com Nathan (Kevin Kline) e conhece Stingo (Peter MacNicol), novo vizinho deles e um jovem aspirante a escritor. Os três iniciam uma amizade conturbada, prejudicada principalmente pelo comportamento inconstante e psicótico de Nathan e pelos sentimentos confusos que surgem entre Sofia e Stingo, o que faz com que pensemos que a tal escolha da personagem é entre os dois homens da sua vida (olha o cartaz ali do lado), mas na verdade é muito mais complexo e dramático que isso.

Os três personagens estão rodeados de segredos, mas é Sofia quem move toda a trama com sua história. O filme se passa durante a Segunda Guerra, no contexto do Nazismo, e Sofia foi uma das prisioneiras do Holocausto. Meryl Streep nos entrega uma personagem misteriosa e intrigante, com um olhar devastador que ao mesmo tempo revela e esconde todas as suas dores, sem falar nos sotaques polonês, alemão e um inglês de quem não está acostumada com a língua que ela executa magistralmente, e nas expressões que variam entre uma moça inocente e confusa e uma mulher sufocada por memórias dolorosas e grandes sofrimentos, justificando sua indicação a diversos prêmios e a conquista do Oscar de Melhor Atriz (dizem que ela implorou ao diretor para interpretar a protagonista após ler um esboço do roteiro) .

Kevin Kline também cumpre de maneira arrasadora o seu primeiro papel no cinema, restando a Peter MacNicol o personagem mais fraco porém com sua devida importância para a trama. A Escolha de Sofia, embora com uma história envolvente, tem um ritmo muito lento e suas 2 horas e 30 minutos de duração são sentidas, dando a impressão de que poderia ser mais curto, mas a partir do momento que passamos a acompanhar os acontecimentos que levam à escolha de Sofia, com mais de uma hora de filme, nós ficamos presos e instigados a saber onde tudo vai levar. Tendo sido indicado também aos Oscars de Melhor Roteiro Adaptado, Figurino, Trilha Sonora e Fotografia (muito significativa principalmente nos momentos de flashback), A Escolha de Sofia é uma ótima pedida para homenagear essa atriz que faz jus ao título de lenda viva do cinema. Parabéns todos os dias, Meryl Streep.

Um bom filme pra você!

 

Siga nossas redes e não perca nada!
Facebook| Instagram | Twitter | Filmow| Google +


Nome original: Sophie’s Choice (Reino Unido | EUA, 1982)

Direção e Roteiro: Alan J. Pakula

IMDB: 7,7

Anúncios

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s