Little Boy

Pepper Busbee (Jakob Salvati) é um garoto com problema de crescimento e não tem amigos, mantendo em virtude disso uma forte relação com o pai, James Busbee (Michael Rapaport). James, porém, é convocado para lutar na 2ª Guerra  Mundial, o que deixa Pepper desolado. Ele então se dispõe a seguir uma lista de boas ações, acreditando com isso que conseguirá trazer o pai de volta.

Para ver o trailer, clique aqui

OBS: Tem na Netflix

O texto a seguir contém spoilers

Little Boy é um filme sobre fé. Através do pequeno Pepper (Jakob Salvati), nós somos levamos a acreditar que a fé é capaz de realizar tudo, mesmo as coisas mais difíceis. Pepper é um garoto de 8 anos que por alguma razão – que os médicos não conseguem explicar – não cresce, e isso faz com que ele seja vítima de bullying entre os garotos de sua idade. Sendo assim, seu pai, James (Michael Rapaport), acaba sendo seu único amigo. Os dois viram parceiros em muitas aventuras imaginárias inspiradas pelo mágico Ben Eagle (Ben Chaplin), cuja frase repetida em suas HQ’s “Você acredita que podemos fazer isso?” vira lema dos dois.

Contudo, James é convocado para a 2ª guerra no lugar do filho mais velho, London (David Henrie), e Pepper, após uma missa e  um espetáculo ao vivo de seu ídolo Ben Eagle, passa a acreditar ser capaz de trazer o pai de volta para a casa apenas através da magia. O padre Oliver (Tom Wilkinson) aparece para dizer ao garoto que não é bem assim e lhe entrega uma lista de afazeres altruístas para aumentar sua fé e poder reencontrar o pai, e o garoto então se motiva a cumprir à risca os itens da lista. Nesse momento, o filme faz uma crítica sutil ao comparar a fé religiosa com a mágica, tratando as duas como fantasias com poder de fazer qualquer um que acredite nelas a alcançar o impossível.

Apesar da figura do padre Oliver ser uma espécie de guia para Pepper, Little Boy não é um filme doutrinador sobre religião: em nenhum instante forçam na mensagem religiosa. É um padre auxiliando o garoto mas poderia ser qualquer um, como passa a ser o japonês Hashimoto (Cary-Hiroyuki Tagawa) – vítima da xenofobia americana após o ataque japonês a Pearl Harbor – que acaba se tornando um amigo para Pepper durante a ausência do pai. Hashimoto não acredita em Deus, mas ajuda o garoto a cumprir os itens da lista baseado na fé que o menino tem em si próprio. O que une o padre, Hashimoto e Pepper é simplesmente a fé, sem que a religião esteja acima dela.

A ideia de que a “fé move montanhas” é inclusive retratada literalmente, e embora o garoto faça tudo o que faz simplesmente com a intenção de trazer o pai são e salvo para casa, percebemos as mudanças que sua determinação promove em quase todos ao seu redor. Little Boy portanto, é um filme para não perder a fé em nós mesmos, para manter a esperança acesa. Soa piegas, mas a narrativa é desenvolvida de maneira tão encantadora e suave que não o deixa se tornar um dramalhão (embora possa arrancar algumas lágrimas até dos mais… insensíveis).

Para completar, saiba que ‘Little Boy’ foi o código de uma das bombas atômicas lançadas em Hiroshima em 6 de agosto de 1945 e isso é usado no filme – a cena de Pepper sonhando após a explosão é devastadoramente bela e triste. A fotografia é primorosa e a direção de arte recria com maestria os anos 1940, através da ambientação, dos figurinos, cenários e objetos de cena; além disso a história é bonita e evolvente e a atuação de Jakob Salvati comove e impressiona. Quando Little Boy acaba, você sabe que a montanha é mesmo capaz de se mover: é só acreditar. Ainda que sua fé seja do tamanho de uma semente de mostarda, a montanha pode sim ir um pouco mais para a direita.

Um bom filme pra você!

 

Siga nossas redes e não perca nada!
Facebook| Instagram | Twitter | Filmow| Google +


 

Nome original: Little Boy (EUA| México, 2015)

Direção: Alejandro Monteverde

Roteiro: Alejandro Monteverde e Pepe Portillo

IMDB: 7,4

 

 

 

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s