#1bomdiretor: Clint Eastwood

Hoje é aniversário de Clint Eastwood, um dos grandes nomes da história do cinema, e decidimos homenageá-lo com a indicação do dia – que não será a indicação de apenas um, e sim de 5 filmes entre os de sua filmografia que serão citados. Saiba mais sobre a carreira do cara mais durão do cinema:

clint-eastwood.jpg

Nascido em São Francisco em 31 de maio de 1930, Clinton Eastwood Jr. começou a carreira como ator em 1955, em pequenas participações. Seu primeiro papel oficial veio em 1958, em Ambush at Cimarron Pass (Emboscada em Cimarron Pass), western (faroeste) dirigido por Jodie Copelan, no qual interpretava o cowboy Keith Williams. Em 1959, ele entrou para o elenco da série Rawhide, ao lado de Eric Flaming. Rawhide acompanhava o cotidiano de vaqueiros norte-americanos, com suas aventuras e perigos. O personagem vivido por Clint, Rowdy Yates, acabou ganhando o mesmo destaque que o de Flaming, o protagonista da série, que durou 8 temporadas.

Enquanto ainda atuava em Rawhide, e já reconhecido, Eastwood foi convidado pelo cineasta italiano Sergio Leone para estrelar Per uno pugno di dollari (Por Um Punhado de Dólares), que marcou o início da popularidade do gênero spaghetti western, que desconstruia os já decandentes faroestes americanos, trazendo a figura do anti-herói, um personagem que já não se importa com regras de conduta que atua como caçador de recompensas. O personagem de Clint ficou conhecido como “homem sem nome” e os filmes seguintes –  Per qualche dollaro in più (Por Uns Dólares a Mais, 1965) e Il buono, il brutto, il cattivo (Três Homens em Conflito, 1966), na conhecida Trilogia dos Dólares –  o firmaram  como o primeiro grande anti-herói do cinema.

Em 1971, Clint Eastwood abriu sua própria companhia de filmes, inaugurando a carreira de diretor. Seu primeiro filme dirigido foi Play Mist For Me (Perversa Paixão), do mesmo ano, um suspense sobre um radialista (vivido por ele mesmo) perseguido por uma mulher obcecada. Ainda em 1971, ele também fez o filme Dirty Harry, onde vivia o detetive Harry Callahan, outro personagem bastante famoso de sua carreira, que agia fora dos limites da lei para exterminar os bandidos da cidade de São Francisco. O filme fez tanto sucesso que teve 4 sequências, sendo a última de 1988.

Em 1992, Eastwood dirigiu e atuou em Unforgiven (Os Imperdoáveis), sobre um pistoleiro aposentado do velho oeste que se une a um jovem para cumprir seu último trabalho. Os Imperdoáveis é considerado o último grande faroeste, que serviu pra resgatar a memória do gênero, trazendo também referências ao “Homem sem nome”. A obra foi indicada a 9 Oscars- ator (o próprio Clint), direção de arte, fotografia, mixagem de som, roteiro original, montagem, ator coadjuvante (Gene Hackman), filme e diretor – tendo vencido nas 4 últimas categorias.

Em 1995, dirigiu  As Pontes de Madison, um drama romântico baseado em um best-seller de mesmo nome escrito por Robert James Waller, que rendeu a nomeação de Maryl Streep ao Oscar do ano seguinte. Em 2003, com Mystic River (Sobre Meninos e Lobos), também baseado em um livro, Eastwood foi novamente indicado ao Oscar de melhor diretor e filme, perdendo para Peter Jackson e O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei, mas venceu nas categorias ator (Sean Penn) e ator coadjuvante (Tim Robbins).

2005 veio para reafirmar o brilhantismo de Clint Eastwood enquanto artista: com Million Dollar Baby (Menina de Ouro ), ele conquistou novamente os Oscars de melhor flme e direção, se tornando a única pessoa nomeada duas vezes como diretor e ator no mesmo filme. Além disso, Menina de Ouro foi indicado como melhor montagem, roteiro adaptado e ator, e rendeu os Oscars de melhor atriz para Hilary Swank e melhor ator coadjuvante para Morgan Freeman. No ano seguinte, com Letters from Iwo Jima (Cartas de Iwo Jima), Eastwood foi novamente indicado como melhor diretor, ao lado das nomeações para melhor filme e roteiro adaptado, mas garantindo apenas a premiação de melhor edição de som.

Clint Eastwood atuou, dirigiu e produziu o longa Gran Torino em 2008, que o colocou como o ator mais velho a ficar em primeiro nas bilheterias e se destacou como o maior sucesso comercial de sua carreira. Invictus, de 2009, também obteve êxito e rendeu nova indicação de Morgan Freeman como ator, interpretando Nelson Mandela – e Matt Damon como coadjuvante, interpretando o capitão da equipe Springboks. A história do filme é baseada no livro Playing the Enemy: Nelson Mandela and the Game that Made a Nation e na conquista da Copa do Mundo de Rúgbi de 1995 pela seleção sul-africana. A Copa foi organizada após a dissolução do apartheid.

Eastwood continua com seus 61 anos de carreira premiada e no ano passado dirigiu Sniper Americano, um novo destaque de bilheteria que se tornou o filme de guerra de maior arrecadação da história,  com US$ 547.3 milhões mundialmente, e foi indicado para 6 categorias do Oscars, incluindo melhor filme (ganhou de melhor edição de som). Hoje, completando 86 anos, Clint Eastwood é um dos nomes mais consagrados do cinema e um dos únicos a conseguir sucesso na maioria dos quase 70 filmes que participou – seja atuando, dirigindo ou produzindo. Vida longa ao Mr. Eastwood!

Pra quem gosta de cinema, está claro que qualquer um dos filmes citados aqui renderá um excelente entretenimento. Embora ele não seja o diretor, eu particularmente recomendo muito a Trilogia dos Dólares (Por uns Dólares a Mais e Três Homens em Conflito constam no catálogo da Netflix) e também Os Imperdoáveis, para quem gosta de filmes de faroeste e para quem ainda não conhece esses clássicos; Sobre Meninos e Lobos, um drama sobre três homens que foram afastados na infância devido a uma tragédia que voltam a se encontrar em meio a um novo acontecimento trágico; Menina de Ouro,  sobre um ex-boxeador que passa a treinar uma jovem bastante determinada; e Invictus (tem na Netflix), sobre a Copa de Rúbgi realizada pela 1ª vez na África do Sul, usada por Nelson Mandela para unir a população após o apartheid.

clint-eastwood-filmes.jpg

Escolha o que preferir e um bom filme pra você!

 

Siga nossas redes e não perca nada!
Facebook| Instagram | Twitter | Filmow| Google +


 

Fontes: Wikipedia e IMDB.

1. Trilogia dos Dólares:

Por um Punhado de Dólares (Per un pugno di dollari, 1964)IMDB: 8,0

Por uns Dólares a Mais (Per qualche dollaro in più, 1965)IMDB: 8,3 

Três Homens em Conflito (Il buono, il brutto, il cattivo, 1966)IMDB: 8,9

2. Os Imperdoáveis (Unforgiven, 1992)- IMDB: 8,3

3. Sobre Meninos e Lobos (Mystic River, 2003)- IMDB: 8,0

4. Menina de Ouro (Million Dollar Baby, 2005)- IMDB: 8,1

5. Invictus (2005): IMDB: 7,4

 

 

 

 

 

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s