Dia da Toalha – Parte I

Você vê várias postagens com toalhas (!) a cada 25 de maio e ainda não sabe do que se trata? Don’t panic! Cola aqui que a gente explica! E se você já sabe, confira se está tudo certo (se não tiver, pode vir puxar nossa orelha!)

 

O dia 25 de maio ficou conhecido como “Dia da Toalha” no universo nerd em homenagem a Douglas Adams, autor de O Guia do Mochileiro das Galáxias, série de livros obrigatórios para interessados na cultura geek. No primeiro livro, Adams dedica uma página inteira a explicar a importância do uso da toalha para qualquer mochileiro da galáxias, e esse foi o elemento ideal que encontraram para homenagear o autor após sua morte, em 2001.

Você também pode ouvir falar nessa data como “Dia do Orgulho Nerd“, o que de forma geral não é muito bem visto entre os mais… inflexíveis, ainda que tal comemoração seja em referência à estreia do primeiro filme da série Star Wars (Episódio IV: Uma Nova Esperança), em 1977. De qualquer forma, as duas manifestações ajudam a promover a cultura nerd/geek por todo o mundo e isso é muito bom! Aqui, será tratada apenas como Dia da Toalha: não que sejamos inflexíveis, apenas decidimos dedicar esse dia a explicar sobre O Guia do Mochileiro das Galáxias para quem ainda não sabe.

dia-da-toalha_.jpg

1. Por quê toalha? Nada melhor para explicar essa pergunta do que mostrando o trecho onde Adams cita a versatilidade do objeto:

“A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você -estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc, etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.

Daí a expressão que entrou na gíria dos mochileiros, exemplificada na seguinte frase: ‘Vem cá, você sancha* esse cara dupal**, o Ford Prefect? Taí um mingo*** que sabe onde guarda a toalha.’ ” (sancha: conhecer, estar ciente de, encontrar, ter relações sexuais com;  dupal: cara muito incrível;  mingo: cara realmente muito incrível.) (cap. 3, pág. 27 e 28)

2. Tá bom, mas como funciona isso? 

Você só tem que carregar uma toalha com você durante todo o dia! Claro que com a explosão das redes sociais e selfies, muita gente gosta de registrar o momento e compartilhar no Facebook, Instagram, Twitter. Mas o que importa mesmo é que a toalha esteja com você, e você pode usá-la para o que bem quiser! Pronto, agora que você já sabe do que se trata esse tal dia da toalha, podemos partir para outras curiosidades sobre O Guia:

dont-panic.jpg

3. Don’t Panic : “NÃO ENTRE EM PÂNICO” aparece escrito em letras grandes e amigáveis na capa plástica de um aparelho parecido com uma calculadora eletrônica grande com cerca de 100 botões e uma tela quadrada de 10 centímetros que exibia qualquer uma dentre seu um milhão de páginas, usado por Ford Prefect. Este aparelho é na verdade “o mais extraordinário livro jamais publicado pelas grandes editoras da Ursa Menor – O Guia do Mochileiro das Galáxias. O livro era publicado sob a forma de um microcomponente eletrônico subméson porque, se fosse impresso de forma convencional, um mochileiro interestelar iria precisar de diversos prédios desconfortavelmente grandes para acomodar sua biblioteca” (cap. 3, pág 27)

4. 42: é a resposta à questão fundamental da Vida, o Universo, e Tudo Mais. Como assim?!  No livro, o supercomputador Pensador Profundo (o 2º maior computador do Universo do Tempo e Espaço) foi criado para responder às perguntas que ninguém conseguia sobre a vida, o universo e tudo mais, e ele deu um prazo de 7 milhões e 500 mil anos para responder. No grande dia da resposta, quando todos acreditaram que nunca mais acordariam de manhã se perguntando “Quem sou eu? Qual meu objetivo na vida? Em uma escala cósmica faz alguma diferença se hoje eu resolver não me levantar e não ir ao trabalho? “, Pensador Profundo simplesmente respondeu “42”. Apesar de ele dizer que não havia dúvida de que a resposta seria essa, ele achava que o problema em não aceitarem ser apenas isso é que jamais souberam qual era exatamente a pergunta, e quando soubessem a pergunta, saberiam o que significava a resposta. O robô disse também que projetaria um computador capaz de descobrir qual seria a pergunta fundamental e que esse novo robô se chamaria… Terra. (tire suas próprias conclusões filosóficas)

Resumindo: quando qualquer coisa te afligir, não entre em pânico; pegue sua toalha e saiba que a resposta para a vida, o universo e tudo mais é 42!

Na segunda parte desse mini-especial, você saberá mais sobre a trilogia de cinco livros de Douglas. Sim, trilogia de 5 livros. É só clicar aqui.

dia-da-toalha.jpg

Um bom dia da toalha pra você!

 

Siga nossas redes e não perca nada!
Facebook| Instagram | Twitter | Filmow| Google + 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Dia da Toalha – Parte I

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s